Vacina contra sarampo, caxumba, rubéola e catapora

Sarampo, caxumba, rubéola e varicela

Sarampo, caxumba (parotidite), rubéola (sarampo alemão) e a catapora (varicela) pdem ser doenças graves:

Sarampo

  • Causa erupções na pele, tosse, nariz escorrendo, irritação nos olhos e febre.
  • Pode levar a convulsões, otite, pneumonia, lesão cerebral e morte.

Caxumba (parotidite)

  • Causa febre, dor de cabeça, inchaço das glândulas.
  • Pode levar à surdez, meningite (infecção do cérebro e inflamação da medula espinhal), infecção do pâncreas, inchaço doloroso dos testículos ou dos ovários e, raramente, à morte.

Rubéola (sarampo alemão)

  • Causa erupções na pele e febre leve e pode causar artrite (principalmente em mulheres).
  • Se uma mulher tiver rubéola enquanto estiver grávida, poderá ter um aborto ou o bebê pode nascer com defeitos graves.

Varicela (catapora)

  • Causa erupções na pele, coceira, febre e cansaço.
  • Pode levar a infecções graves da pele, cicatrizes, pneumonia, lesão cerebral ou morte.
  • Pode ressurgir anos mais tarde como uma erupção dolorosa na pele chamada zoster.

Essas doenças podem passar de pessoa para pessoa pelo ar. A varicela também pode passar pelo contato com fluidos das bolhas da catapora. Antes das vacinas, essas doenças eram muito comuns nos Estados Unidos.

Vacina MMRV

A vacina MMRV pode ser aplicada em crianças de 1 a 12 anos de idade para protegê-las contra essas quatro doenças.

Duas doses da vacina MMRV são recomendadas:

  • A primeira dose dos 12 aos 15 meses de idade
  • A segunda dose dos 4 aos 6 anos de idade

Essas são as idades recomendadas. Mas as crianças podem tomar a segunda dose até os 12 anos, desde que seja pelo menos três meses depois da primeira dose.

As crianças também podem tomar essas vacinas em duas injeções separadas: Vacinas MMR (sarampo, parotidite e rubéola) e varicela.

1 injeção (MMRV) ou 2 injeções (MMR e Varicela)?

  • As duas opções oferecem a mesma proteção.
  • Uma injeção a menos com a MMRV.
  • As crianças que tomaram a primeira dose como MMRV têm tido mais febres e convulsões relacionadas à febre (cerca de 1 em cada 1.250) que as crianças que tomaram a primeira dose como injeções separadas de MMR no mesmo dia (cerca de 1 em cada 2.500).
  • O médico pode fornecer mais informações, incluindo as Declarações de informações da vacina para as vacinas MMR e contra varicela.

Qualquer pessoa de 13 anos ou mais que precisar de proteção contra essas doenças deverá tomar a MMR e vacinas contra a varicela como injeções separadas.

A MMR pode ser aplicada ao mesmo tempo que outras vacinas.

Algumas crianças não devem tomar a vacina MMRV ou devem esperar

As crianças não devem tomar a vacina MMR se:

  • Tiverem tido uma reação alérgica grave a uma dose anterior da vacina MMRV ou à vacina MMR ou da varicela.
  • Tiverem tido uma reação alérgica a algum dos componentes da vacina, incluindo a gelatina ou a neomicina antibiótica. Diga ao médico se seu filho tiver alguma alergia grave.
  • Tiverem HIV/AIDS ou outra doença que afeta o sistema imunológico.
  • Estiverem sendo tratadas com fármacos que afetam o sistema imunológico, incluindo altas doses de esteroides orais, por duas semanas ou mais.
  • Tiverem qualquer tipo de câncer
  • Estiverem sendo tratadas para câncer com radiação ou fármacos.

Verifique com o médico se a criança:

  • Tiver histórico de convulsões ou algum dos pais, irmão ou irmã com histórico de convulsões.
  • Tiver algum dos pais, irmão ou irmã com histórico de problemas do sistema imunológico.
  • Tiver alguma vez tido uma contagem baixa de plaquetas ou outro problema no sangue.
  • Passou recentemente por transfusão ou recebeu outros produtos do sangue.
  • Puder estar grávida.

As crianças moderada ou gravemente doentes normalmente devem esperar até se recuperar, antes de tomar a vacina MMRV. As crianças que estiverem levemente doentes podem normalmente tomar a vacina. Peça ao médico mais informações.

Quais são os riscos da vacina MMRV?

Uma vacina, como qualquer medicamento, pode causar problemas sérios, como reações alérgicas graves. O risco de a vacina MMRV causar um dano sério ou morte é extremamente pequeno.

Tomar a vacina MMRV é muito mais seguro que pegar sarampo, parotidite, rubéola ou catapora.

A maioria das crianças que toma a vacina MMRV não tem problemas.

Problemas leves

  • Febre (em cerca de 1 em cada 5 crianças)
  • Erupções leves na pele (em cerca de 1 em cada 20 crianças)
  • Inchaço nas glândulas das bochechas e do pescoço (raro)

Se esses problemas acontecerem, eles acontecerão de 5 a 12 dias depois da primeira dose. Eles acontecem com menos frequência depois da segunda dose.

Problemas moderados

  • Convulsão causada por febre (em cerca de 1 criança em cada 1.250 que tomam a MMRV), normalmente 5 a 12 dias depois da primeira dose. Esses problemas acontecem com
    menos frequência quando as vacinas MMR e da varicela são aplicadas na mesma visita como injeções separadas (em cerca de 1 criança de cada 2.500 que tomam essas duas vacinas) e raramente depois de uma segunda dose de MMRV.
  • Contagem baixa temporária das plaquetas, o que pode causar uma hemorragia (em cerca de 1 criança de cada 40.000)

Problemas graves (muito raros)

Vários problemas graves foram relatados depois de uma vacina MMR e também podem acontecer depois da MMRV. Esses problemas incluem reações alérgicas graves (menos de 4 em cada milhão) e problemas como:

  • Surdez
  • Convulsões longas, coma ou nível de consciência reduzido
  • Lesão permanente no cérebro.

E se houver uma reação grave?

O que devo procurar?

  • Procure qualquer coisa preocupante, como:
    • sinais de uma reação alérgica grave
    • febre muito alta
    • mudanças de comportamento
  • Sinais de uma reação alérgica grave podem incluir:
    • manchas em forma de colmeia pelo corpo
    • inchaço do rosto e da garganta
    • dificuldade para respirar
    • batimentos cardíacos acelerados
    • tontura
    • fraqueza.
  • Esses sintomas se apresentariam alguns minutos ou algumas horas depois da aplicação da vacina.

O que eu devo fazer?

  • Se você acha que é uma reação alérgica grave ou outra emergência que não pode esperar, ligue para o serviço de emergência local ou leve a pessoa ao hospital mais próximo. Caso contrário, chame o seu médico.

Fontes de informação

Adaptado da Coalizão de Ação de Imunização, Declarações de Informações sobre Vacinas.